repuna

por Elle*

A impunidade
Assombra enquanto
A justiça parece
“Cega” e desconexa

Juiz não é Deus
E isso é uma afirmação
Mas cabe a ele julgar
Todos na função

À sombra está
Cada sentença dada
Com ilegitimidade
E sem punição

A guerra dos egos
Se instalou no congresso
Tomou o tribunal
E o que se vê no jornal
É um triste final

Afinal, o constrangimento
Causado por macho nojento
Foi julgado sem cabimento
Como não violento

Como não violento?
Que tipo de tormento é necessário
Para que honrem
A fortuna que são seus salários?

A caminho do trabalho
Sem fortunas de salário
No transporte público falho
Imagino como seria

Ter suco do caralho
Jorrado em meu pescoço
Gozo que desce viscoso
E o constrangimento pior que um soco

E a Vossa Excelência
Fica a lição
Na quarta o liberou
No sábado ele repetiu

Quantas mulheres serão atacadas
Quantas mulheres serão violentadas
Quantas morrerão
Até que se tome uma providência, hein, Senhor Eugênio?

_____

A vida chegou sem massagem.
Tudo que *Elle quer é embarcar em mais uma viagem.
Da cabeça desgraçada tenta tirar seu rumo.
Tem larica de arte.
Elle escreve quinzenalmente às quartas.

[…]

por Elle*

Vamos destruir o asfalto
E deixar dominar o mato
Vamos desconstruir as favelas
E atirar porcos nas celas

Os felas que governam meu país
Chegam apontando o dedo
Distribuindo uma par de medos
Enquanto pegam o tesouro nacional
E depositam em algum paraíso fiscal

Arrancando de muitos
Para distribuir entre poucos
Famoso, elegante e de terno
Apresento o Robin Hood moderno

Engomado e engravatado
Mais parece o diabo
O que faz e tem assinado
Planos e truques
Pra não ser encarcerado

Vamos botar abaixo o planalto
Vamos encher o pulmão e gritar alto
FORA TEMER! DIRETAS JÁ!
Vamos à luta, à disputa
E diz PUTA!

Call me puta e absoluta
Que recatada e do lar
Pra mim não vai funcionar
Eu quero é botar pra foder
E ver seu rosto estremecer

Então vem
Me chama de hippie
Que pra você ostento
Meu bom drink

No seu castelo de papel
Vou jogar meu coquetel
De molotov
Aí você vai ver que
Aqui não é Só Love!

E tem quem diga
Que o problema do país
É irresoluto
PUTO!

“A corrupção vem de outra geração”
“O sistema é antigo”
“Só funciona se tiver propina”

Como se o povo não tivesse problema
A falta de educação, encarcera a nação
A falta do hospitais, reduz a população
A falta de oficiais, livres de preconceito

A intolerância é enraizada
E a hostilidade não leva a nada
Só cria mais gente revoltada

Agora, Bolsonaro venerado?
Isso só pode estar errado.
“Ah.. Então vou votar em branco”
Daqui da pra sentir o solavanco

Pra sua falta de opção
Na hora da eleição
Pra falta de candidato transparente
Vamos ser no mínimo coerentes

ANTES DE VOTAR NUMA MULA
PEGA SEU VOTO E ANULA!

_____

A vida chegou sem massagem.
Tudo que *Elle quer é embarcar em mais uma viagem.
Da cabeça desgraçada tenta tirar seu rumo.
Tem larica de arte.
Elle escreve quinzenalmente às quartas.